Tocantins e Maranhão somam 60% do desmatamento do Cerrado em maio


Alertas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) (15) apontam nesta quinta que Tocantins e Maranhão respondem por seis em cada dez hectares desmatados no Cerrado em maio deste ano, ou 70 mil ha.

Os estados estão numa região onde o agro avança forte. No Maranhão foram derrubados 37,5 mil ha, 71,3% a mais do que em maio de 2022. No Tocantins, o aumento foi de 52,7% sobre maio do ano passado, somando 32,4 mil ha.

Em 2023, o desmate no Cerrado brasileiro já soma 376 mil ha, uma área 2,5 vezes superior à da capital São Paulo. Isso consolida um aumento de 35% em relação aos 278 mil ha perdidos nos 5 primeiros meses do ano anterior.

Mais informações no site do Ipam.



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade