Série que retrata luta de ONG ambiental estreia amanhã na Globo


A segunda temporada da série Aruanas estreia na TV Globo amanhã (9). A produção, feita pelos Estúdios Globo em parceria com a Maria Farinha Filmes, retrata os desafios vividos pelas ativistas ambientais Natalie (Débora Falabella) e Luiza (Leandra Leal) à frente da ONG Aruana. Agora sem a presença da advogada Verônica (Taís Araújo) para tocar a organização junto com elas, Natalie e Luiza precisam enfrentar o pesado lobby de empresas petroleiras, o que inclui até uma CPI para desestabilizar seu trabalho. A série será exibida às terças-feiras, a partir das 23h10.

“Na primeira temporada, buscamos escancarar atrocidades que há anos afetam Amazônia: garimpo ilegal, contaminação por mercúrio, direitos indígenas e exploração sexual infantil. Na segunda temporada, queríamos colocar o holofote em uma questão que afeta a todos, a poluição do ar causada por combustíveis fósseis. 90% das crianças do mundo respiram ar tóxico todos os dias, segundo a OMS”, argumenta Estela Renner, autora da trama ao lado de Marcos Nisti. “Mas a série continua, sobretudo, falando de ativismo, em um dos países que mais mata ativistas no mundo”, completa.

Lançada exclusivamente na plataforma Globoplay em 2021, a segunda temporada de Aruanas chega agora ao público geral repleta de alertas para problemas reais. Em Brasília, uma Medida Provisória que concede R$ 1 trilhão em renúncias fiscais a petroleiras passa a ser alvo da atuação das ativistas. A ONG, porém, vive um momento difícil, onde uma grave crise financeira obrigou suas líderes a aceitarem, com desconfiança, a ajuda financeira de Théo (Daniel de Oliveira), de família dona de frigorífico.

Em meio a isso tudo, a ONG Aruana é convidada pelo prefeito da cidade (fictícia) de Arapós, Enzo (Lázaro Ramos) a conferir os resultados de programas de sustentabilidade desenvolvidos na cidade, grande polo petroquímico. Natalie, porém, presencia o protesto suicida de Mauro (Lima Duarte) habitante da cidade que ateou fogo ao próprio corpo enquanto grita que “ninguém quer saber a verdade”.

“A série traz um tema que precisa estar na nossa pauta do dia a dia”, diz Lázaro Ramos, uma das estrelas da nova temporada. “E o mais legal é que ‘Aruanas’ faz isso cheia de tramas que envolvem relações amorosas, traições, decepções e atos de coragem. É um entretenimento de ótima qualidade”, afirma.

Após o protesto, a ONG passa então a investigar o que realmente ocorre em Arapós, ameaçando a aprovação da MP e indo contra os interesses de Robert Johnson (Joaquim de Almeida), bilionário investidor do setor petroleiro, que conta com a inescrupulosa lobista Olga (Camila Pitanga) para assegurar seus lucros em detrimento de qualquer regulação ambiental. O trailer oficial da temporada está aqui.

“Aruanas” é um original Globoplay, desenvolvido pelos Estúdios Globo em coprodução com a Maria Farinha Filmes. A segunda temporada da série é criada por Estela Renner e Marcos Nisti, escrita por Estela Renner, Marcos Nisti e Carolina Kotscho. A obra tem direção artística de André Felipe Binder e direção de Mariana Richard. A produção é de Isabela Bellenzani (TV Globo) e Mariana Oliva (Maria Farinha). A direção de gênero é de José Luiz Villamarim.



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade