Construção-relâmpago de lago artificial em mansão de Neymar é embargada por irregularidade ambientais


Uma operação de fiscalização realizada ontem (22) pela Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio, embargou obra realizada no terreno de uma mansão do atleta Neymar Jr, no condomínio Aero Rural. No local estava sendo construído um lago artificial pela empresa Genesis Ecossistemas. Segundo nota da prefeitura da cidade, a fiscalização constatou “desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização, e aplicação de areia de praia sem autorização ambiental”. A parte do terreno onde as obras ocorriam foi interditada.

Ainda segundo a prefeitura, a ação se deu após denúncias “baseadas em postagens de redes sociais, que mostravam uma grande obra sendo feita, sem autorização ambiental”. A obra era parte do desafio “Genesis Experience”, que propõe construir lagos artificiais em 10 dias enquanto divulga vídeos diários nas redes da empresa. Um vídeo postado antes da obra mostra os primeiros passos do projeto do lago de 1000 m², onde Ricardo Ricardo Caporossi Jr, veterinário especialista em peixes e dono da empresa, conversa com Neymar e seu pai sobre o desafio. Os vídeos de cada dia de obras estão no Instagram da companhia. A Genesis abriu ainda uma seleção que escolheu 10 pessoas para uma mentoria, na qual acompanhariam a obra, ao custo de R$ 120 mil para cada.

Antes e depois da obra. Fonte: Instagram/Genesis Ecossistemas

No momento da fiscalização, o pai do atleta, Neymar da Silva Santos, estava no local e chegou a se exaltar, o que levou a secretária municipal de Meio Ambiente, Shayene Barreto, a lhe dar voz de prisão por desacato – posteriormente cancelada “considerando o princípio da razoabilidade e diante a um pedido da assessoria do senhor Neymar Santos”, que foi liberado para comparecer a um leilão para arrecadação de fundos para o Instituto Neymar Jr, realizado ainda na noite de ontem. O momento da voz de prisão e liberação de Neymar Santos foram registrados em vídeo. Além da interdição da área do lago, ainda será aplicada uma multa, que “segundo estimativas e diante do dano ambiental causado, não será menor que R$ 5 milhões de reais”, disse a prefeitura, em nota.

A obra estava programada para ser inaugurada oficialmente hoje. Apesar da interdição da área, Neymar manteve discretamente o evento, recebendo amigos e convidados no local e tendo até nadado no lago, como mostrou o Extra. O atleta não divulgou nada da inauguração em suas redes, mas seus convidados sim.

A Genesis chegou a postar hoje, em seu Instagram, um vídeo onde mostra as modificações realizadas no local, sem comentar as irregularidades constatadas pela fiscalização. A empresa foi procurada para comentar o resultado da operação da prefeitura de Mangaratiba, mas não se manifestou até o momento de fechamento desta matéria. O espaço segue aberto.

Nota da Prefeitura de Mangaratiba na íntegra

Obra na mansão de Neymar em Mangaratiba é interditada por infrações ambientais

Na tarde desta quinta-feira, 22/06, uma obra que estava sendo feita na mansão do jogador Neymar, no condomínio Aero Rural, em Mangaratiba, foi interditada, durante uma operação de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Mangaratiba, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental, a Polícia Civil e agentes do Grupamento de Proteção Ambiental do município. O pai do atleta estava no local quando as autoridades chegaram.

A ação se deu após denúncias baseadas em postagens de redes sociais, que mostravam uma grande obra sendo feita, sem autorização ambiental, na propriedade do jogador.

Diversas infrações ambientais foram descobertas pela equipe da prefeitura, tais como: desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização, e aplicação de areia de praia sem autorização ambiental.

Segundo a Secretária de Meio Ambiente de Mangaratiba, Shayene Barreto, muitas irregularidades foram constatadas no local durante a ação conjunta, e em decorrência disso, a Secretaria decidiu por interditar a área.

De acordo com a equipe da Secretaria de Meio Ambiente, o próximo passo será fazer o parecer das irregularidades constatadas e emissão de multa, a qual, segundo estimativas e diante do dano ambiental causado, não será menor que R$ 5 milhões de reais.

Cabe esclarecer, que durante a operação a Secretária Shayenne Barreto foi desacatada pelo pai de Neymar e lhe deu voz de prisão. A medida foi tomada com base no artigo n° 331 do Código Penal, que torna crime o desacato ao funcionário público no exercício da profissão. Entretanto, considerando o princípio da razoabilidade e diante a um pedido da assessoria do senhor Neymar Santos, o mesmo foi liberado para cumprir um compromisso em São Paulo.



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade