Algas do Ártico estão com alta contaminação por microplásticos, diz estudo

Algas do Ártico estão com alta contaminação por microplásticos, diz estudo










0Shares

Visualizações 0

A poluição por microplásticos está, cada vez mais, atingindo cantos remotos do planeta. Publicado no periódico Enviromental Science & Technology, um recente estudo revelou que algas do Ártico vem apresentando altos níveis de contaminação. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Alfred Wegener (AWI), centro alemão de estudos sobre o oceano e os polos terrestres, em parceria com a Universidade de Canterbury e a Universidade de Birmingham.

O estudo é focado na Melosira arctica, uma alga que cresce abaixo do gelo. Segundo os cientistas responsáveis, essa planta é uma importante fonte de alimento para animais e bactérias da região – o que torna o problema ainda mais grave. Microplásticos são encontrados em animais marinhos do Oceano Antártico

“As pessoas no Ártico são particularmente dependentes dos alimentos marinhos para o consumo de proteínas, pela pesca e pela caça, por exemplo. Isso significa que elas também estão expostas aos microplásticos e aos químicos contidos nele. Os microplásticos já foram detectados em intestinos humanos, no sangue, nas veias, no pulmão, na placenta e no leite materno. Pode causar reações inflamatórias, mas as consequências não foram muito estudadas até agora”, diz Melanie Bergmann, pesquisadora do AWI, em um comunicado da instituição.

“Então, nós temos uma combinação de crises planetárias que precisamos tratar de maneira eficaz urgentemente. Cálculos científicos já mostraram que o jeito mais efetivo de reduzir a poluição por plástico é reduzindo a produção do plástico”, frisa a cientista. Para ela, isso deveria ser uma prioridade nos debates a respeito do assunto.

Por Galileu









0Shares





Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade