NanoFlowCell lança um novo carro elétrico sem bateria com autonomia de 2.000 km


Visualizações 7

Totalmente elétrico. Sem baterias. Autonomia imbatível – 100% elétrico: O novo nanoFlowcell E-roadster – De 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos – Alimentado por tecnologia de célula de fluxo nanoFlowcell: alto desempenho sem baterias.

O novo carro elétrico nanoFlowcell, movido a um composto de água, quer revolucionar a indústria automotiva.

A NanoFlowcell lançou um novo protótipo, o Quantino twentyfive, um carro elétrico movido a água que oferece autonomia de 2.000 quilômetros.

Quantino vinte e cinco.

O futuro está mais próximo do que parece e prova disso é o Quantino Twentyfive.

A empresa britânica nanoFlowcell já está experimentando diferentes abordagens para carros elétricos.

Em vez do habitual sistema de baterias, a marca aposta num sistema de água, com eletrólitos, que permite viagens longas sem reabastecimento.

O primeiro modelo foi o Quantino 48 V , com autonomia de 1.000 km, e agora está em teste o Quantino Twentyfive, modelo aprimorado desse conceito.

Em vez de baterias, este carro elétrico usa seis células de combustível alimentadas por um tanque de 125 litros de um combustível líquido chamado bi-ION, um composto feito de água do mar e águas residuais recicladas.

Este combustível alimenta os quatro motores elétricos de 60 kW do Quantino twentyfive, perfazendo um total de 320 cavalos de potência e uma autonomia de cerca de 2.000 km.

Em termos de desempenho, este modelo também não decepciona. Mesmo com um tanque grande, garante aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos.

NanoFlowcell quer construir uma rede de abastecimento bi-ION

Com outros modelos já planejados para o futuro, a nanoFlowcell agora precisa desenvolver seu combustível bi-ION.

Além de preparar a chegada de seus modelos ao mercado americano, pretende reduzir o tempo de produção e o custo dessa fonte de energia para que ela custe apenas 0,10 libra/litro e permita uma mobilidade muito mais sustentável e econômica.

Além de aprimorar o produto, agora também buscam parceiros que queiram integrar essa tecnologia em seus equipamentos.

Com a evolução dessa tecnologia, Nunzio La Vecchia, CEO da nanoFlowcell, revelou que espera que essa inovação se torne a chave para alcançar uma transição energética mais eficiente e bem-sucedida.

A produção dos primeiros protótipos deve começar no final deste ano, o que representa um grande avanço em termos econômicos.

Vídeo do youtube

Mais informações: www.nanoflowcell.com



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade