Duas onças-pintadas são atropeladas em rodovia que corta parque estadual em SP


Em menos de uma semana, duas onças-pintadas (Panthera onca) foram atropeladas na rodovia SP-163, que corta o Parque Estadual Morro do Diabo, no município Teodoro Sampaio, interior do estado de São Paulo. As duas onças eram jovens, uma delas com menos de 1 ano, e não resistiram ao impacto. Os atropelamentos ocorreram, respectivamente nos dias 23 e 28 de abril, ambos aconteceram nas primeiras horas da manhã e a apenas um quilômetro de distância.

A Rodovia Arlindo Bétio cruza o parque em um trecho de aproximadamente 14 quilômetros. A estrada contava com radares de controle de velocidade, mas em janeiro de 2021 eles foram retirados depois que o contrato com a operadora não foi renovado.

Em resposta ao g1, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo (DER-SP) afirmou que fará um mapeamento dos atropelamentos nas rodovias estaduais, entre elas a que corta o parque, para identificar os pontos críticos; além de uma vistoria na sinalização ao longo da pista e, junto a Polícia Militar Rodoviária, fará ainda uma intensificação de controle de velocidade com radar móvel na rodovia.

Já a Fundação Florestal, órgão estadual responsável pela gestão do parque, afirmou que irá adiantar para maio as ações de conscientização junto aos motoristas nas entradas do parque, que estavam previstas para a Semana do Meio Ambiente, no começo de junho. Até os acidentes, a Fundação Florestal monitorava 11 onças-pintadas no Parque Estadual Morro do Diabo, com registros feitos por armadilhas fotográficas.



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade