Deve vir uma regra fiscal correta em seu desenho, mas insuficiente, diz economista


Em entrevista à CNN, nesta segunda-feira (27), o pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da FGV Samuel Pessôa afirmou que espera uma nova regra fiscal correta em seu desenho, “em sua arquitetura”, mas insuficiente.

“Acho que vai vir uma regra que vai ser correta no seu desenho, mas ela será insuficiente. Para que a conta feche, nos próximos anos, vai ser necessário um aumento de impostos. A minha impressão é de que, quando o Lula bater na porta do Congresso e pedir mais receita para o governo, o Congresso vai negar”, disse o economista.

A expectativa é de que a proposta de uma nova regra fiscal seja apresentada pelo governo nesta semana, após o cancelamento da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à China, programada para ocorrer no domingo (26).

Segundo informações da analista de Política da CNN Basília Rodrigues, para integrantes da equipe econômica, ouvidos pela CNN, “dessa semana não passa” e, agora, “depende de Lula” marcar a data exata para a divulgação da proposta.

Samuel Pessôa disse ainda que uma regra que controle a evolução dos gastos públicos é necessária.

“A regra tem de ser suficiente e isso significa que, quando fizermos contas, a dívida pública, em algum momento, lá na frente, comece a cair”.

Confira a entrevista completa no vídeo acima.



Acesse o link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade